O meu filho não quer lavar as mãos – como o posso convencer?

Não é muito fácil responder a esta pergunta, até porque se trata de uma questão comportamental e que, como tal, deve ser gerida pelos pais com bom senso. De qualquer forma, acho que é sempre boa ideia explicar a importância de lavar bem as mãos e não transformar isso numa espécie de castigo. Se explicar com antecedência o seu filho vai acabar por compreender e valorizar também. Por vezes ajuda mostrar imagens (que pode ir buscar à internet) de mãos mal lavadas e de tudo o que se pode encontrar nas unhas, por exemplo. É provável que ele fique impressionado e isso sirva de motivação extra.

Por vezes, o problema não é propriamente convencer as crianças a lavar, mas sim a fazê-lo correctamente e da forma mais adequada. Isto, porque na maior parte das vezes elas lavam as mãos muito depressa, sem grandes preocupações com a qualidade. Nesses casos, pode ajudar cantar uma cantiga enquanto lavam as mãos, bem como usar uma ampulheta de brincar ou um relógio para cronometrar o tempo gasto.

Por vezes, o problema não é propriamente convencer as crianças a lavar, mas sim a fazê-lo correctamente e da forma mais adequada. Isto, porque na maior parte das vezes elas lavam as mãos muito depressa, sem grandes preocupações com a qualidade. Nesses casos, pode ajudar cantar uma cantiga enquanto lavam as mãos, bem como usar uma ampulheta de brincar ou um relógio para cronometrar o tempo gasto.

É também importante explicar que se as mãos não ficam bem lavadas à primeira vão ter que lavá-las novamente, o que acaba por ser um “trabalho” a dobrar.

Por fim, e provavelmente o aspecto mais importante, os pais têm sempre que ser um bom exemplo, lavando as mãos nos momentos importantes e de forma adequada e sem pressas. Os filhos aprendem com os pais, pelo que essa é mesmo, provavelmente, a sua maior “arma”.

Partilhe o artigo