A IMPORTÂNCIA DO PAI

Partilhar o Artigo

Historicamente, o papel de pai e mãe eram bem distintos no seio familiar. Ao pai cabia a tarefa de ter uma vida profissional e sustentar a família, enquanto que a mãe ficava responsável por cuidar da casa e da dos filhos. No entanto, felizmente esse panorama tem vindo a mudar, pelo que actualmente os papéis de ambos são cada vez mais parecidos.

Assim, é perfeitamente normal e cada vez mais comum ver o pai a participar no dia-a-dia dos filhos, com óbvias vantagens para todos:

  • Pai – pode estar mais próximo dos filhos e ter um papel mais activo e presente, o que é muito mais gratificante no desempenho da paternidade.
  • Filhos – em termos de desenvolvimento emocional e social, traz inúmeros benefícios, pois está hoje em dia bem estabelecido que as crianças precisam do envolvimento de ambos os pais
  • Mãe – é mais justo, uma vez que a maior parte das mães tem também uma vida profissional e uma carreira a desempenhar, pelo que se torna necessário haver uma divisão de tarefas

Posto isto, faz todo o sentido que haja um envolvimento mais próximo dos pais, pelos que aqui ficam algumas actividade e rotinas onde pode e deve marcar presença, para fazer a diferença na vida do seu filho:

  • Festas e actividades escolares, culturais ou desportivas

Todos os filhos gostam de ter os pais presentes nos seus eventos. É um motivo de orgulho para eles, porque nessas alturas sentem-se verdadeiramente especiais, tanto que o pai até pôde deixar o trabalho para estar presente!

  • Consultas médicas

O instinto maternal de proteção é muito forte, mas o instinto paternal não é menor. Por isso, não se iniba de estar presente nas consultas e mostrar que o interesse e as dúvidas são partilhados por pai e mãe.

  • Apoio na doença

Com a vida profissional das mães cada vez mais preenchida, é importante que os pais também assumam um papel quando os filhos estão doentes, podendo dividir os cuidados necessários por ambos os progenitores.

  • Rotinas do dia-a-dia

Envolva-se nas rotinas do seu filho, tais como tomar banho, adormecer ou dar de comer. Isso vai fortalecer a vossa relação e permitir transformar esses momentos em momentos de lazer, diversão e cumplicidade entre ambos!

Em jeito de conclusão, gostaria apenas de reforçar que o pai faz falta no dia-a-dia dos filhos, pois isso dá-lhes a segurança física e emocional de que precisam para ser felizes!

Partilhe o artigo