Gripe – o que é, como prevenir e o que fazer?


A gripe é, sem dúvida, uma das doenças respiratórias mais comuns durante o Inverno.

É altamente contagiosa e adquire-se pelo contacto com gotículas respiratórias provenientes de pessoas contaminadas. Por esse motivo, importa ter alguns cuidados, tais como:

  • Lavar bem as mãos

Esta é a medida mais importante na prevenção do contágio da maioria das doenças infeciosas. É um acto extremamente simples e que deve ser ensinado às crianças desde os primeiros tempos de vida.

  • Espirrar para o braço

Sempre que alguém espirra está a projectar inúmeras gotículas respiratórias a alta velocidade, fomentando a transmissão de microrganismos. Por esse motivo, deve-se ensinar às crianças a espirrar para o próprio braço. Fazê-lo para as mãos não é adequado, pois em seguida vão tocar em superfícies e outras pessoas, favorecendo o contágio.

  • Tossir para o braço

Os conselhos em relação à tosse são semelhantes aos descritos acima para os espirros. Tossir para o braço ou cotovelo deve ser um ensinamento básico passado a todas as crianças.

  • Renovar o ar

O ar das divisões deve ser renovado continuamente, de forma a evitar a concentração de microrganismos. Com as temperaturas mais frias, nem sempre é algo muito agradável, pois vai diminuir a temperatura do espaço em questão, mas do ponto de vista de saúde é algo que deve ser realizado frequentemente.

  • Evitar espaços fechados

Os espaços fechados concentram mais microrganismos do que os espaços abertos, motivo pelo qual estes últimos devem ser sempre preferíveis em relação aos primeiros.

  • Deixar as crianças andar ao ar livre

É fundamental que as crianças brinquem ao ar livre, para ajudar as suas defesas a desenvolver-se. Não é o frio que provoca este tipo de doenças, pelo que essa crença não passa de um mito. Desde que estejam agasalhadas, as crianças podem e devem brincar no exterior, mesmo no inverno.

  • Vacinar as crianças que pertencem aos grupos de risco

Segundo as recomendações portuguesas, a vacina da gripe está indicada apenas para grupos de risco e para bebés e crianças com mais de 6 meses de idade.

Estes conselhos são válidos para a prevenção da gripe, mas também para outras doenças respiratórias, pelo que são muito importantes de seguir e, acima de tudo, incutir nas crianças desde os primeiros anos de vida.

Partilhe o artigo

Partilhar o Artigo