Otites – o que é importante saber


O termo otite é geralmente utilizado como sinónimo de otite média aguda, que diz respeito a uma infeção do ouvido médio e geralmente provoca dor, que pode ser muito intensa. Pode ainda causar febre e alguma irritabilidade e, por vezes, associa-se também à presença de pus no ouvido. Quase sempre começa por uma constipação, que provoca o fecho das trompas de Eustáquio (espécie de “tíbio”, que drena os ouvidos para o nariz), o que impede que haja uma normal ventilação do ouvido médio. Assim, os microrganismos deixam de poder sair, o que provoca a otite.

A infeção pode ser provocada por vírus ou bactérias, embora essa distinção seja bastante difícil de fazer. No entanto, é importante tentar perceber qual o tipo de microrganismo implicado, uma vez que nas otites bacterianas é necessário o recurso a um antibiótico e nas víricas não. Para além disso, deve também utilizar-se medicamentos para a febre ou dores, se necessário.

Por vezes há a ideia de que quando existe pus no ouvido a otite é mais grave (chamada otite supurada). Isso não é verdade, até porque muitas vezes é exatamente o contrário. Se há perfuração do tímpano acaba por ocorrer alguma ventilação do ouvido médio, o que ajuda no tratamento. É normal a melhoria significativa da dor nestes casos, por diminuição da pressão.

O meu filho está com dor no ouvido – o que devo fazer?

Se o seu filho se queixar de dor de ouvidos, dê-lhe um anti-inflamatório. Se ele responder bem, mantenha-o de 8/8h durante cerca de 2-3 dias, porque pode ser o suficiente para resolver a situação. Se não passar completamente deve levá-lo ao médico, bem como se houver algum agravamento mesmo com este tratamento, porque nesses casos pode ser necessário o recurso a um antibiótico.

Partilhe o artigo

Partilhar o Artigo