O “dilema” de amamentar em público


Este é um tema muito controverso e “quente”, mas que faz todo o sentido pensar nele, até pelo facto de hoje ser dia de Carnaval. Mas já lá vamos a esse (não tão pequeno) pormenor…

A amamentação é um acto extremamente nobre e de uma magia única, em que a mãe utiliza o seu próprio leite para alimentar e se relacionar física e emocionalmente com o seu filho. É algo que deve ser uma fonte de prazer, orgulho e satisfação, mas, ao mesmo tempo, condiciona algumas questões pela exposição de uma parte do corpo que geralmente está coberta: as mamas. E, se por um lado faz sentido pensar que não há problema nenhum em fazê-lo, também é importante perceber que para grande parte das pessoas isso pode não ser confortável.

Não existe nenhuma regra universal e que se aplique a toda a gente, porque esta é uma decisão individual e muito subjectiva e que, logicamente, tem que ser respeitada.. Ninguém tem de ser condenado por não se sentir à vontade por o fazer (como é óbvio!), mas mais errado e disparatado é recriminar alguém por decidir fazê-lo.

Para as mães que não se sentem bem em amamentar em público, o conselho só pode ser um: não o façam, porque isso vai condicionar todo o prazer desse momento.

Para as pessoas que se sentem incomodadas por ver uma mãe a amamentar em público ou, pior ainda, que fazem as mães sentir-se mal por o fazerem, o conselho também só pode ser um: a decisão é única e exclusivamente da mãe que está a amamentar, portanto não se metam nem fiquem a olhar!

Já agora, voltando ao dia de hoje. Ironicamente, muitas pessoas que se sentem incomodadas por ver mães a amamentar em público, até acham “normal” ver mulheres com as mamas à mostra hoje, precisamente por ser… Carnaval!

Eu não tenho nada contra essa tradição, mas, por favor, haja coerência!

Partilhe o artigo

Partilhar o Artigo