Mito – Os bebés que bebem pouco leite devem comer papas de fazer com leite

Esta é uma ideia muito enraizada na maior parte dos pais e avós, que acham que para os bebés que bebem pouco leite, as papas de fazer com leite são mais importantes do que as de fazer com água.
Na verdade, os dois tipos são praticamente iguais, uma vez que as papas de fazer com água já possuem o pó do leite misturado com o pá da papa. É por esse motivo que se chamam farinhas lácteas, porque já contêm o próprio leite na sua composição. Ao contrário do que muita gente acredita, não são mais “fracas” do que as outras, são semelhantes. 
Posto isto, é fácil perceber que preparar estas papas com leite é profundamente errado, porque estamos a aumentar muito a quantidade de proteínas e açúcares que a criança come.
Assim, se o seu filho bebe pouco leite, pode e deve “compensar” com outros produtos lácteos, dependendo da idade (papa a partir dos 4 -6 meses; iogurte a partir dos 9 meses; queijo a partir dos 12 meses), mas não se esqueça deste princípio geral: as papas de fazer com água já contêm o leite que os bebés precisam na sua composição (e são tão adequadas como as outras), enquanto as de fazer com leite precisam que ele seja adicionado ao pó da papa.

Partilhe o artigo